Notícias

Confira o preço da soja pelo Brasil

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a sexta-feira (03.07) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação subindo 0,43% nos portos, para R$ 114,93/saca (contra R$ 114,44/saca do dia anterior). Com isto a perda acumulada nos portos neste mês ficou em 0,34%.

A T&F Consultoria Agroeconômica aponta que no Rio Grande do Sul o mercado esteve “fraco”, praticamente inexistente: “Sem a referência de Chicago, as Tradings se mantiveram de fora do mercado nesta sexta-feira, não fazendo indicações de preço. No RS, apenas uma (grande) indústria apresentou cotações, mas, com tantos descontos que o mercado não considerou e nada foi fechado. A última indicação, de quinta-feira, para exportação sobre rodas no porto gaúcho de Rio Grande ficou em R$ 117,00/saca. No interior, os preços também fecharam a semana em R$ 113,00/saca em Cruz Alta e R$ 112,50 em Ijuí e Passo Fundo”.

No Paraná com ausência de Chicago e das Tradings, mercado vazio: “Tudo continuou igual ao dia anterior, nesta sexta-feira. Para os agricultores, o mercado de balcão manteve-se em R$ 97,00/saca, na região dos Campos Gerais. Na mesma região, no mercado de lotes, as indicações continuaram a R$ 110,00, FOB Ponta Grossa, para entrega agosto e pagamento final de agosto. Já no interior da região dos Campos Gerais, a indicação foi de R$ 112,00 para entrega e pagamento final de agosto.

Para abril/abril de 2021 o preço ficou em R$ 102,00, em Ponta Grossa. Para exportação, em Paranaguá, o preço continuou em R$ 115,00, para entrega e pagamento em agosto.

No Centro Oeste os volumes continuam menores, por escassez de produto: “No Mato Grosso do Sul foram negociadas na semana apenas 50.000 toneladas de soja com preço até R$ 110,00/saca. Em Goiás foram negociadas 51.200 toneladas da safra 2019/20 e 158.800 toneladas da safra 2020/21. Na Bahia os preços aumentaram para a safra atual e para a próxima safra. Para o disponível começaram a semana a R$ 104,00/saca e terminaram a R$ 107,00/saca. Já para 2021, começaram a semana a R$ 92,00 e terminada a R$ 95,00/saca. A queda do dólar na segunda metade da semana afastou os negócios”.

CHINA
Ainda de acordo com a T&F, foram ouvidos trituradores com preços para a nova safra brasileira de soja de 2021, mas as ações de compra foram em grande parte limitadas por margens líquidas baixas de esmagamento que agora estão na região negativa. “O indicador APM-6 CFR China marca para o embarque de agosto de soja brasileira achatada no dia em 204 c/bu em relação aos futuros de agosto, o que equivale a US$ 402,25/t, queda de US$ 0,75/t em relação à avaliação anterior sobre a queda de futuros. A melhor oferta para envio de agosto foi inalterada em 210 c/bu sobre os futuros de novembro contra nenhum interesse de compra firme”, concluem os analistas da T&F.

FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)