Notícias

Soja fecha semana em alta nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou na sexta-feira (20.03) alta de 19,25 pontos no contrato de Maio/20, fechando em US$ 8,625 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações de 14,50 a 16,75 pontos.

Os principais contratos futuros fecharam a semana com ganhos no mercado norte-americano da soja, diante da expectativa de que a demanda por alimentos no mundo recuperará o dinamismo, especialmente na China. “O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) confirmou vendas de soja americana de 110.000 tons. Embora o destino não seja conhecido, fontes do mercado argumentam que o comprador era a China”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com a ARC Mercosul, a frase de “comprar os boatos e vender os fatos” nunca foi tão presente quanto o mercado de cereais em Chicago hoje: “Mesmo com o anúncio de 756 mil toneladas do milho estadunidense vendido para China nas últimas 24 horas, as cotações da CBOT se tornaram ‘irreativas’ ao fato. Muito pelo contrário, a direção dos preços do milho hoje seguiu as intensas baixas no petróleo – uma vez que o mercado de etanol é correlacionado aos combustíveis fósseis”.

“Já a soja se manteve sustentada durante todo o dia. A China já está em processo de extermínio da doença no país, uma vez que os novos casos registrados já são irrelevantes para o tamanho da população. A atividade industrial chinesa está voltando a acelerar e uma necessidade iminente de farelo de soja surge com a expansão do consumo. No Brasil, a colheita da soja segue acelerada com 70% já colhido até o momento, contra 74,4% no mesmo período em 2019 e 68,5% de média”, concluem os analistas da ARC Mercosul.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)