Notícias

Ausência da China derruba preço da soja no Brasil

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a quarta-feira (27.11) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação caindo 0,23% para a média de R$ 90,76/saca. No acumulado do mês, a alta dos preços médios da soja recuaram para 3,87% nos terminais portuários.

“A alta de 0,44% do dólar no Brasil, não se contrapôs à queda de 0,25% da cotação da soja em Chicago e à ausência da China, nesta quarta-feira. Assim, os preços oferecidos pelos compradores sobre rodas nos portos do sul do Brasil ou seus equivalentes em outros estados, tiveram queda”, explicam os analistas da T&F Consultoria Agroeconômica.

No interior o preço médio, porém, subiu leves 0,02%, para R$85,21/saca. No acumulado do mês, a alta dos preços médios da oleaginosa apurados pelo Cepea recuaram para 3,85% no interior, em relação a última cotação do mês passado.

CLIMA
De acordo com os mapas climáticos analisados pela ARC Mercosul, as chuvas intensas continuam sendo previstas para 85% de toda a área sojicultora do Brasil e Paraguai nestes próximos cinco dias: “Totais entre 30 a 75 mm deverão ser observados até o dia 2 de dezembro. Os índices mais pesados se concentram para [a região do] centro brasileiro. Vale notar que as precipitações entraram em retração para o Rio Grande do Sul, no mesmo período. Esta nova rodada de chuvas traz a formação de um cenário adequado para o progresso da safra no País.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)