Notícias

China compra mais soja dos EUA

Importadores chineses compraram mais soja nos Estados Unidos, apesar de 2 milhões de toneladas de cargas americanas aguardarem o desembarque na China, informou a Reuters. Até sete cargas foram compradas esta semana por importadores chineses para remessa em dezembro e janeiro por causa dos preços competitivos dos EUA em comparação aos preços da América do Sul e boas margens de esmagamento na China, disse a Reuters, citando dois traders familiarizados com o assunto.

Atualmente, há confusão quanto ao pagamento de taxas extras para remessas dos EUA registradas sob um sistema de cotas sem tarifas, disseram as fontes. A soja presa no porto que espera ser descarregada é destinada principalmente a reservas estatais e foi comprada pela Sinograin e pela COFCO durante uma trégua na guerra comercial China-EUA, informou a Reuters. Alguns navios estão lá há quase um mês.

O armazenamento para reservas estaduais é limitado, portanto a soja só pode entrar em determinados armazéns, informou a agência de notícias. A China comprou cerca de 14 milhões de toneladas de soja nos EUA a partir de dezembro, pelo menos metade das quais está sendo destinada às reservas.

Apesar de Pequim ter emitido isenções de tarifas retaliatórias para alguns grãos dos EUA, o ritmo de compras tem decepcionado o mercado. Os acordos que foram confirmados para embarques em janeiro com origem nos EUA podem corresponder apenas entre 10% e 15% do que o mercado esperava, segundo Monica Tu, analista de sementes oleaginosas da Shanghai JC Intelligence.

"Os clientes são cautelosos", disse Tu. "Há incerteza por causa de informações desencontradas sobre as negociações comerciais entre a China e os EUA”.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)