Notícias

Goiás: previsão do tempo mostra que faltará chuvas para plantar soja agora

goiasGoiás antecipou o fim do vazio sanitário para a soja de 30 de setembro, para 25. A ideia é se aproximar da janela de plantio de estados vizinhos, que autorizam a semeadura no dia 15 de setembro. Apesar de já poder iniciar o plantio, o clima pode ser um limitante para que a antecipação aconteça, afirma a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Goiás (Aprosoja-GO).

“Nossa expectativa é de um bom plantio, por mais que a chuva vá demorar um pouco para começar”, afirma o presidente da entidade, Adriano Barzotto. “Algumas regiões vão começar a receber chuvas já no final da 1ª quinzena de outubro, então vai atrasar um pouco o início do plantio. Mas a gente espera que seja um plantio normal, com resultados satisfatórios.”

Meteorologia

De fato as previsões até o momento não favorecem muito os trabalhos em campo ainda em setembro. Para ajudar na tarefa do plantio o Projeto Soja Brasil separou a previsão do tempo para 18 municípios em todo o estado, de norte a sul, para os próximos 30 dias, ou seja até o dia 31 de outubro.

Vale ressaltar que esta previsão pode mudar nos próximos dias e as chuvas se deslocarem de dia.

1 – São Miguel do Araguaia

Por enquanto, estão previstos apenas dois períodos de chuvas na região. Um no dia 27 de setembro e outro no dia 2 de outubro, ambos com 1 mm apenas. No restante do período o tempo será seco e as temperaturas máximas bastante elevadas, na casa dos 39ºC.

2 – Porangatu

Estão previstos apenas três períodos de chuvas, um no dia 27 de setembro, outro em 1º de outubro e por fim no dia 2 de outubro. Todos com apenas 1 mm. As temperaturas máximas seguirão bastante elevadas, na casa dos 39ºC.

3 – Alto Paraíso de Goiás

Na região são esperadas, até o fim de outubro, pelo menos três períodos de chuvas. As duas primeiras acontecem no dia 26 e 27 de setembro, com volumes de 4 e 6 mm acumulados respectivamente. Depois disso serão mais de 30 dias sem precipitações, até que deve voltar a chover no dia 30 de outubro, com 11 mm. As temperaturas máximas devem ficar na casa dos 34ºC na média.

4 – Alvorada do Norte

Por lá a situação é um pouco pior do que de seus vizinhos, já que apenas dois períodos de chuvas estão previstos, ambos em outubro. Nos dias 29 e 30 de outubro deve registrar precipitações na casa dos 3 mm e 21 mm, respectivamente. As temperaturas máximas até lá devem ficar em torno de 36ºC, com picos de até 41ºC em alguns dias.

5 – Formosa

Ao todo o município deve registrar cinco períodos com chuvas. Mas entre eles terá uma janela de mais de 20 dias sem chuvas e com temperaturas na casa dos 35ºC. Já deve chover no próximo dia 26 e 27 de setembro, com 4 e 6 mm respectivamente. Depois deve garoar no dia 1º de outubro (1 mm). E por fim nos dias 23 e 30 de outubro, com 4 e 8 mm.

6 – Cristalina

O município deve registrar pelo menos seis períodos com precipitações. No entanto, assim como o vizinho, há grande chance de uma janela maior do que 30 dias sem chuvas e com temperaturas máximas na casa dos 33ºC. Inicialmente chove nos dias 26 e 27 de setembro, com 4 e 6 mm. Depois disso só no dia 28, 29, 30 e 31 de outubro (3, 15, 5 e 3 mm, respectivamente).

7 – Catalão

Por lá também devem ter seis períodos chuvosos e uma janela de quase 20 dias sem água, com temperaturas máximas na casa dos 35ºC na média. As chuvas caem já nos dias 26 e 27, com 7 e 3 mm respectivamente. Depois disso está previsto uma garoa isolada no dia 9 de outubro (1mm). E por fim, o restante virá nos dias 29, 30 e 31 de outubro, com 12, 4 e 5 mm, respectivamente.

8 – Itumbiara

Por lá, a perspectiva é de que chova em cinco períodos. Logo agora nos dias 26, 27 e 28 de setembro, com acumulados de 16, 7 e 2 mm, nessa ordem. E depois de 30 dias, ou seja nos dias 29 e 31 de outubro, com 3 e 4 mm. As temperaturas máximas devem ficar na casa dos 40ºC na média.

9 – Quirinópolis

A tendência segue a mesma lógica dos vizinhos, ou seja, precipitações neste fim de setembro, com baixos acumulados, tempo seco e quente na sequência e retorno das chuvas nos últimos dias de outubro. Deve chover nos dias 26, 27 e 28 de setembro (19, 8, 2 mm respectivamente), no dia 8 de outubro (1 mm) e por fim no dia 31, com 4 mm. As temperaturas máximas devem ficar na casa dos 38ºC na média.

10 – Itajá

Por lá, serão seis dias com chuvas. Os três primeiros agora, 26, 27 e 28 de setembro (com 21, 8 e 2 mm acumulados), depois em 8 e 9 de outubro (1 e 2 mm respectivamente) e para fechar no dia 31 de outubro, com 12 mm. As temperaturas máximas devem ficar próximas a 38ºC na média.

11 – Chapadão do Céu

O município deve registrar ao todo sete períodos de chuvas: três agora nos dias 26, 27 e 28 de setembro com 33, 6 e 2 mm acumulados respectivamente. Outros três em 7, 8 e 9 de outubro com 1, 4 e 3 mm. E por fim um no dia 31 de outubro, com 20 mm. As temperaturas máximas devem ficar na casa dos 37ºC na média.

12 – Doverlândia

A cidade pode registrar quatro períodos de chuvas até o fim de outubro. Nos dias 26, 27 e 28 de setembro deve chover 19, 6 e 2 mm respectivamente. Depois serão 30 dias sem um pingo de água, até o dia 31 de outubro, quando deve chover outros 10 mm. As temperaturas máximas devem ficar na casa dos 39ºC, na média.

13 – Britânia

Por lá deve chover em apenas três dias: 26, 27 e 29 de setembro, com 8, 10 e 2 mm acumulados respectivamente. Dali para a frente não há previsão de chuvas e as temperaturas máximas podem variar em torno dos 39ºC, com picos de até 43ºC em alguns dias.

14 – Uruaçu

Outro municípios que terá chuvas apenas neste fim de mês. A previsão é de que chova nos dias 26 (8mm), 27 (6 mm) e 1º de outrubro (2 mm). Depois disso o tempo ficará seco e quente, com temperaturas máximas de 39ºC na média.

15 – Itaberaí

Previsão de seis dias com chuvas: 26 e 27 de setembro (4 e 3 mm respectivamente). Depois 1 e 2 de outubro (2 e 1 mm nessa ordem). Por fim nos dias 23 e 29 de outubro (com 3 e 15 mm). As temperaturas máximas devem ficar na casa dos 37ºC.

16 – Iporá

No máximo três dias com chuvas até o fim de outubro. Sendo dois agora, nos dias 26 e 27 de setembro (6 e 5 mm respectivamente) e um no dia 31 de outubro, com 4 mm. Nesse intervalo serão mais de 20 dias sem chuvas e com temperaturas altas, na casa dos 39ºC, na média.

17 – Aparecida de Goiânia

Por lá apenas quatro dias devem registrar chuvas, sendo dois neste fim de mês (27 e 28 de setembro com 5 mm cada) e outros dois no fim de outubro, cem 28 e 29 (com 3 e 14 mm). No intervalo desse período serão mais de 20 dias sem chuvas. As temperaturas máximas devem ser de 37ºC na média.

18 – Rio Verde

O município deve registrar até seis dias com chuvas, sendo 26, 27 e 28 de setembro com 16, 8 e 2 mm, respectivamente. Depois 8 e 9 de outubro, com 1 mm cada dia. E por fim 31 de outubro, com 13 mm acumulados. As temperaturas máximas devem girar em torno de 37ºC.

Aprosoja não recomenda arriscar o plantio

Diante dessas previsões, a Aprosoja-GO alerta que o produtor deve esperar a chuva chegar e acumular pelo menos 50 mm de água no solo para plantar. “Não é momento de se apavorar, pois se houver qualquer atraso, o produtor de maneira geral tem maquinário suficiente para plantar rápido”, ressalta o presidente da Aprosoja-GO. “Plantar com umidade baixa é mais um risco para um ano que nós estamos com as margens muito apertadas”, completa.
FONTE: FAEG - FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO ESTADO DE GOIÁS