Notícias

Preços da soja voltam a subir levemente

A cotação da soja no Brasil voltou a ver seus preços subirem levemente no finalizar desta semana, segundo a pesquisa diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, o dólar foi fator fundamental.

“O dólar voltou a subir 0,34% nesta quinta-feira e, somado à alta de 3,50 cents/bushel em Chicago, permitiu novos ganhos para a soja. Com isto, os preços oferecidos pelas Tradings nos portos brasileiros voltaram a subir 0,20%, para a média de R$ 88,68/saca (88,50, do dia anterior)/saca no mercado spot. Desta forma, os ganhos da soja exportada em agosto também voltaram a subir para 14,74% (14,50%), segundo o Cepea. No mercado interno, embora siga outros fatores, também houve alta de 0,27%, contra alta de apenas 0,06% do dia anterior; os preços médios oferecidos pelas indústrias esmagadoras estão se mantendo no território positivo já por 10 dias ininterruptos, em R$ 82,37 (82,15)/saca, com ganhos no mês de 13,85% (13,55)%”, comenta.

Além disso, ele explica também que a comercialização da soja desacelerou um pouco nesta semana, com o recuo dos prêmios. “A China entrou ontem no mercado, comprou sete navios na América do Sul, 5 no Brasil e 2 na Argentina e se retirou, para diminuir a pressão da demanda. As compras de origem desta quintafeira foram de Tradings que necessitam completar navios ou que querem fazer posição para frente”, completa.

“Mas, gostaríamos de chamar atenção para a boa lucratividade atual da soja, em torno de 20% se forem considerados todos os custos, o que um grande percentual em qualquer negócio em qualquer parte do mundo. Se forem considerados apenas os custos operacionais o lucro é o dobro (43%). Por outro lado, se verificarmos que os preços estão caminhando de lado nos últimos dias, não é mau vender”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)