Notícias

Soja em queda livre nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quinta-feira (15.08) baixa de 7,50 pontos no contrato de Setembro/19, fechando em US$ 8,58 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 6,75 e 7,50 pontos.

Os principais contratos futuros tiveram uma sessão de perdas no mercado norte-americano da soja, com cancelamentos chineses pressionando as cotações. “O relatório semanal de vendas de exportação indicou reduções líquidas de 109.878 MT para soja de safra velha para a semana que terminou em 8/8. Isto foi conduzido por cancelamentos líquidos de 422.658 mt da China”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, as exportações norte-americanas neste ano derreteram: “Sem qualquer sombra de dúvidas a Guerra Comercial disparou uma sangria inestancável na economia agrícola dos Estados Unidos. Faltando apenas 16 dias para o encerramento do ano comercial estadunidense 2018/19, os embarques da soja no país se acumulam no menor nível desde 2016, num total de 43 milhões de toneladas, sendo 10 MTs abaixo do total embarcado no último ano comercial. Entretanto, o foco do mercado já se mostra direcionado para os compromissos de exportação do período 2019/20”.

“Nesta última semana, um total de 817,4 mil toneladas de soja dos EUA foi vendida em papéis (contratos de entrega) para este próximo ano comercial. A grande preocupação da especulação paira sobre o acumulado já vendido, que soma apenas 4,5 MTs, sendo o menor número dos últimos 13 anos. Na Argentina, a política se afunda em crise. A inabilidade de articulação do atual presidente argentino, Macri, impede qualquer tentativa de reaquecimento econômico no país. Somente nesta semana, o Peso Argentino saltou de $45 por dólar, para a região dos $60 por dólar”, concluem os analistas da ARC.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)