Notícias

SP testa vestimentas e luvas protetivas agrícolas

A Secretaria de Agricultura a Abastecimento do Estado de São Paulo, inaugurou dois laboratórios que serão responsáveis por testar e conferir a resistência e a qualidade de vestimentas e luvas protetivas agrícolas. Os laboratórios fazem parte do programa IAC de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual na Agricultura (Quepia)

De acordo com o engenheiro agrônomo Hamilton Ramos, que é c ordenador do programa Quepia há 13 anos, além de pesquisador científico do CEA-IAC, a atuação do centro de pesquisas junto à indústria de vestimentas protetivas agrícolas reduziu 80% para 20%, entre os anos de 2000 e 2018, o índice de reprovação a produtos do gênero fabricados no País. Ele explica também que esses estudos são voltados a aprimorar padrões de qualidade e segurança atrelados a equipamentos de proteção individual para a agricultura.

“Como ocorreu na indústria de vestimentas, o laboratório de luvas protetivas nasce agora com a meta de promover a melhora contínua da qualidade destes produtos, pois reúne recursos que permitem transferir subsídios tecnológicos de ponta aos fabricantes e distribuidores da área presentes no Brasil”, comenta.

Além disso, ele salienta que o laboratório de luvas do CEA-IAC é o primeiro aberto no mundo exclusivamente dedicado à certificação desses produtos. “Em âmbito internacional, o Quepia atua há mais de dez anos em parceria com cientistas da Europa e dos Estados Unidos, regiões igualmente avançadas no aprimoramento da qualidade de produtos capazes de reduzir a exposição humana a defensivos agrícolas”, finaliza Ramos.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)