Notícias

Soja bate menor preço da década nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quinta-feira (09.05) baixa de 14,50 pontos no contrato de Julho/19, fechando em US$ 8,1275 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 14,00 e 14,50 pontos.

Os principais contratos futuros despencaram no mercado norte-americano de soja, com pessimismo sobre um entendimento entre Estados Unidos e China e aumento na produção da América do Sul. “Todo o complexo de soja aprofundou as suas perdas. As cotações atingiram os níveis mínimos da última década, diante das exportações muito fracas e do pessimismo com as negociações com a China. Os elementos de baixa tomaram conta da sessão e o mercado expressou um ajuste forte”, aponta o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica.

O relatório sobre as vendas semanais de soja americana registrou um ajuste líquido negativo entre os compromissos e os cancelamentos (que foram maiores do que as vendas) em 149.100 toneladas, para a safra 2019/19, diante da expectativa do mercado que eram vendas positivas entre 300-650 mil toneladas. Para a safra 2019/10 ocorreram vendas líquidas positivas de 295,6 mil tons, ante a expectativa do mercado entre 50 mil e 450 mil toneladas e vendas no ano anterior de 23.500 tons.

“Ao pessimismo sobre as tensões entre os EUA e a China, soma-se uma boa perspectiva climática, tanto nos EUA com o avanço do plantio, como na América do Sul. A CONAB elevou ligeiramente a produção final de soja para o Brasil para 114,3 MT. Enquanto isso, a BCR propôs uma colheita de 57 MT para a safra argentina”, conclui Pacheco.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)