Notícias

Soja sobe forte nos EUA com aceno da China

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quinta-feira (21.02) alta de 8,50 pontos no contrato de Março/19, fechando em US$ 9,11 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 7,75 e 8,50 pontos.

Os principais contratos futuros subiram forte no mercado norte-americano da soja, diante das possibilidades acenadas pela China. Os contratos futuros de soja-grão subiram de 8 a 9 centavos nos contratos mais próximos. “A alta se seguiu aos relatos de que vários Memorandum of Understandings (Memorandos de Entendimento) estão sendo desenvolvidos entre os EUA e a China”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

Os contratos futuros do farelo de soja fecharam em alta de US $ 1,80/tonelada no contrato próximo, com o óleo de soja 56 pontos de alta. “Prevê-se que a área plantada com soja nos EUA caia para 85 milhões de acres (34,4 milhões de hectares), de acordo com o USDA em sua estimativa no Fórum Agricultural Outlook”, ressalta o analista da T&F Luiz Fernando Pacheco.

As estimativas do relatório de vendas de exportação do USDA de amanhã variam de 6 a 9 milhões de toneladas em vendas de safras antigas para a semana de 1/10/02/14, com 100.000 a 600.000 toneladas para a nova safra. As vendas de 18/19 implicariam uma média semanal de 1 a 1,5

“O Conselho Internacional de Grãos (IGC) cortou sua estimativa das safras mundiais de soja de 2018/19 em 5 MT, com os estoques tendo a mesma redução, com 49 MT. A China se comprometeu a efetuar compras adicionais de US$ 30 bilhões em produtos agrícolas norte-americanos. Em 2017 o total das compras agrícolas chinesas nos EUA foi de US$ 27 bilhões”, conclui Pacheco.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)