Notícias

Perdas da soja já chegam a 4% no Brasil

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea, os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a quarta-feira (09.01) com preços da soja caindo 1,08%, para R$ 76,72/saca nos portos brasileiros. Nas praças do interior do País, o preço caiu 0,7% (para R$ 71,93/saca). Com isto, as perdas da soja nos terminais portuários nacionais já chegam a 4,03% em janeiro, enquanto nas praças do interior a perda acumula 2,9% este mês.

A T&F Consultoria Agroeconômica aponta que, no interior, a oleaginosa foi pressionada pela redução na demanda por farelo e pela queda dos preços dos combustíveis, do qual o óleo de soja é um dos componentes. Nas vendas para exportação, a queda de 0,75% do dólar no Brasil suplantou a alta de 0,58% da cotação da soja em Chicago, nesta quarta-feira.

“No mercado internacional já é consenso de que haverá quebra nas safras sul-americanas de soja e de milho, mas que a maior quebra ocorrerá na soja e no Brasil. Uma pesquisa da Reuters, feita com analistas norte-americanos, relatou que a expectativa é de que o USDA deverá registrar uma queda de 2,0 milhões de toneladas na produção de soja brasileira para 2019/20”, explica o analista da T&F Luiz Fernando Pacheco.

No seu último relatório, de dezembro, o USDA tinha aumentado a sua estimativa de produção brasileira de soja de 120,5MT para 122,0MT. A Conab deverá atualizar o seu relatório nesta quinta-feira (10.01), atualizando a estimativa atual de 119,28MT. A Aprosoja estima que a produção brasileira caia para perto de 110MT, enquanto a consultoria FCStone prevê 116,25MT e a AgRural, para 116,9MT.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)