Notícias

Soja retoma lucros nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quarta-feira (09.01) alta de 5,50 pontos no contrato de Março/19, fechando em US$ 9,24 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 5,25 e 5,50 pontos.

O mercado norte-americano da soja voltou a exibir ganhos nos principais contratos futuros, depois que os chineses prometeram fazer compras substanciais de vários produtos americanos ao final do terceiro dia de reunião com os EUA. “Outro ponto positivo foi a divulgação de nova pesquisa privada que reduzia a safra brasileira de 121,4MT para 116,9MT, não descartando novos reajustes se o clima não melhorar. O que se está colhendo agora, nos estados do Paraná e do Mato Grosso do Sul são as lavouras plantadas mais cedo e que mais sofreram déficit hídrico”, explica Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com a Consultoria AgResource, o mercado voltou a ser operado na alta pelo otimismo que paira sobre os bastidores em Chicago: “As tensões políticas entre EUA e China são reduzidas com promessas de aumento da demanda de produtos agrícolas norte-americanos, na tentativa de reduzir o déficit comercial que favorece o lado asiático. Este ‘novo capítulo’ da retórica de Trump e Jinping coloca dificuldades para que operadores do Mercado adicionem posições de vendas agressivas na CBOT”.

“No Brasil, as cotações da moeda avançam positivamente frente ao Dólar Americano, uma vez que a nova administração empossada neste ano traz um cenário de renovação política e medidas de contenção de gastos. A ARC alerta que a Reforma da Previdência é o principal foco especulativo para a contínua valorização do Real, uma vez que esta toma 53% de todos os gastos atuais do Governo”, concluem os analistas.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)