Notícias

Chicago: Tomada de lucro elevam cotações

Os futuros de soja fecharam em alta expressiva nesta quarta-feira na Bolsa de Chicago (CBOT). As cotações acabaram refletindo um maior otimismo do mercado com o encontro entre os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, no próximo sábado em Buenos Aires

O especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, afirmou que “os dois líderes, que estarão na capital argentina para a cúpula do G-20, vão se reunir em um jantar. O principal assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse que na visão de Trump há uma boa possibilidade de acordo com a China, e que o encontro é uma ‘oportunidade de virar uma nova página’ no comércio. O vencimento janeiro avançou 15,00 cents (1,71%) e fechou em US$ 8,9050 por bushel”

Nesse cenário, Xi Jinping disse que a comunidade internacional precisa chegar a um consenso para superar as crescentes tensões comerciais. Já Trump afirmou em entrevista ao Wall Street Journal que pretende elevar de 10% para 25% as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses, e sobretaxar outros US$ 267 bilhões.

“O aumento está previsto para entrar em vigor em 1º de janeiro. O presidente norte-americano disse também ser bastante improvável que Washington vá aceitar o pedido de Pequim para adiar a elevação. O tom combativo de Trump, no entanto, faz parte de uma estratégia de negociação bem conhecida”, indica Pacheco.

“Sinais de demanda pelo grão norte-americano também deram suporte às cotações. Segundo o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), exportadores relataram vendas de 268.748 toneladas de soja para destinos não revelados, com entrega prevista para o ano comercial 2018/19”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)