Notícias

Queda no farelo derruba preço da soja

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quarta-feira (03.10) perdas de 4,50 pontos no contrato de Novembro/18, fechando em US$ 8,615 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 3,00 e 4,50 pontos.

O mercado norte-americano da soja registrou uma sessão de perdas nos principais contratos futuros, com o farelo afundando e arrastando o mercado para baixo. “Esteve tão fraco hoje que a alta do óleo de soja não pode compensar. O resultado final fez com que o mercado de soja perdesse apoio na sua recente tentativa de se recuperar. As perdas não foram grandes, uma vez que o Trading ainda está de olho nas previsões atuais de algumas chuvas torrenciais”, aponta o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Fernando Pacheco.

A Consultoria AgResource destaca que a especulação hoje retraiu à medida que as discussões se elevam frente aos potenciais prejuízos causados pelas fortes chuvas no centro-norte do Cinturão Agrícola americano: “Os bastidores do Mercado estão divididos, uma vez que muitos campos nas regiões afetadas ainda possuem soja em enchimento de grão, onde os efeitos negativos são limitados. Talhões com soja já em ponto de colheita sofre interferência direta nas produtividades”.

“No Brasil, as projeções eleitorais para a presidência em 2019 têm regido todo o Mercado. Os indícios de uma vitória de Jair Bolsonaro têm fomentado as expectativas positivas para a economia brasileira, principalmente pelo fato que a hegemonia ‘petista’ poderá ser quebrada nesta renovação presidencial. O cenário de Bolsonaro no poder em 2019 traz, de relance, as possibilidades de uma limpeza política na corrupção entremeada no Brasil – pelo menos é o que espera o Mercado”, concluem os analistas da ARC.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)