Notícias

Seca na Europa afeta agricultura

A forte seca e o calor intenso que atingem a Europa estão prejudicando a produção agrícola e pecuária de todo o continente. De acordo com informações publicadas pela Sociedade Nacional da Agricultura (SNA), na Suíça, o exército precisa transportar água para o gado que pasta nos alpes e os pescadores tentam salvar peixes que estão morrendo devido à alta temperatura da água.

A Rússia, por exemplo, estima uma queda de 20% na produção de trigo em 2018, chegando a apenas 68.5 milhões de toneladas no país líder em produção e exportação do cereal no continente. Além da Rússia, a Alemanha também está sendo prejudicada na produção de trigo, com perdas estimadas em 8 milhões de toneladas e colheita agora prevista em cerca de 31 milhões.

Nesse cenário, a Polônia registra perdas de 20% em toda a produção de cereais, enquanto a Letônia declarou “estado de calamidade agrícola e a Dinamarca praticamente não irá colher cevada na próxima safra. Para tentar diminuir os prejuízos, a União Europeia orientou os países-membro a auxiliarem os agricultores afetados e flexibilizou algumas regras ambientais, como a semeadura de grãos forrageiros em algumas áreas que deveriam ser preservadas.

A situação da Suíça é ainda mais grave, além de não fazer parte da União Europeia, os pecuaristas estão registrando queda de 10% a 20% na produção leiteira, já que a temperatura está o dobro da ideal para o gado. Além disso, Federação da Pesca do país está se preparando para um verão de 25 graus, o que faria com que muitas espécies de peixes não aguentassem o calor e morressem.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)