Notícias

União Europeia renova liberação do 2,4-D

Após a aprovação pelos países membros da União Europeia (UE) no último mês de julho, foi emitida a renovação formal da aprovação do herbicida 2,4-D no bloco de países. A nova liberação tem vigência pelos próximos 15 anos e começa a valer neste próximo dia 1º de novembro.

“Novas condições anexadas à autorização exigem que os países-membros imponham medidas de mitigação de risco, onde apropriado, quando aprovarem os produtos. Eles devem prestar particular atenção à proteção de: operadores, trabalhadores, mamíferos selvagens, organismos de solo não alvos, organismos aquáticos, plantas terrestres não alvo e consumidores de produtos de origem animal”, registra a Aenda (Associação das Empresas Nacionais de Defensivos Agrícolas).

De acordo com a entidade, a condição de aprovação original de 2003, a qual exigiu que os países-membros protegessem lençóis freáticos, foi removida. A Nufarm foi a empresa que submeteu o pleito para renovação do 2,4-D, o qual é destinado ao uso em cereais e legumes.

Renovação da UE para três ingredientes ativos
Ainda de acordo com a Aenda, os países-membros da União Europeia votaram em favor da renovação das aprovações dos herbicidas 2,4-DB e Imazamox, bem como do regulador de crescimento de plantas Hydrazide Maleic.

O Imazamox seria designado como um candidato para substituição, devido às suas propriedades consideradas “perigosas”, exigindo que os países-membros verificassem se alternativas mais seguras existem, antes de aprovarem os produtos. As decisões exigem publicação no jornal oficial da UE antes de entrarem em vigor.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)