Notícias

Paraná receberá mais chuvas fortes (mais de 70 mm) neste final de semana

A previsão do tempo aponta para altos volumes de chuva neste final de semana e durante todo o decorrer da próxima semana em estados produtores de grãos do Sul do Brasil. Essa situação deve favorecer melhores para o plantio da soja no Paraná, por exemplo, segundo maior estado produtor da oleaginosa no país. Quase todo o Mato Grosso do Sul e o Paraguai também serão beneficiados com essas precipitações.

De acordo com o modelo Cosmo do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), com o avanço de uma frente fria, são esperadas precipitações de até 70 milímetros no Norte do Rio Grande do Sul no sábado (7) e na área central do Paraná no domingo (8). No Mato Grosso do Sul, os volumes serão um pouco menores no período, cerca de 10 milímetros e no Paraguai podem atingir 50 milímetros no fim de semana. (Veja o mapa abaixo)

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (06/10 a 12/10) para o Sul do Brasil:

Satélite com previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (06/10 a 13/10) para o Sul do Brasil - Inmet

Fonte: Inmet

Essa instabilidade deve permanecer na região Sul do Brasil durante todo o fim de semana e há chances de chuvas a qualquer hora do dia, segundo institutos meteorológicos. No início da próxima semana, no entanto, elas cessam e depois voltam a ser vistas no decorrer da próxima semana. (Veja o mapa abaixo)

As chuvas devem dar melhores condições para as plantações de soja que já estão no campo, mas o plantio no Paraná está atrasado e já compromete a janela ideal da safrinha de milho. Portanto, os produtores devem ficar atentos às previsões climáticas específicas para suas regiões.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (06/10 a 08/10) para todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (06/10 a 08/10) para todo o Brasil - Inmet
Fonte: Inmet

As chuvas no Sul do Brasil ainda devem ter impacto no plantio do arroz no Rio Grande do Sul, maior estado produtor do cereal, que também está bastante atrasado em relação ao ano passado, e na colheita do trigo no Paraná, que está em cerca de 70% segundo números do Deral (Departamento de Economia Rural do Estado do Paraná) e também no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Os agricultores desses estados devem ficar atentos às previsões específicas em suas regiões para avançar com a conclusão dos trabalhos.

FONTE: Notícias Agrícolas(Jhonatas Simião)