Notícias

Soja: Ainda focado na safra dos EUA, mercado opera perto da estabilidade na CBOT

bolsa CBTO F4BC20F9Após os ganhos registrados no início do dia, as cotações futuras da soja voltaram a operar em campo negativo no pregão desta quarta-feira (23) na Bolsa de Chicago (CBOT). Às 12h55 (horário de Brasília), as principais posições da oleaginosa testavam ligeiras perdas entre 0,25 e 1,75 pontos. O novembro/17 trabalhava a US$ 9,36 por bushel e o janeiro/18 a US$ 9,44 por bushel.

O foco dos investidores continua no desenvolvimento da safra 2017/18 nos Estados Unidos. Durante essa semana, os técnicos do Crop Tour, percorrem os principais estados de produção, e trazem os primeiros relatos da safra norte-americana.

"A contagem de vagens de soja está aquém do esperado e aquém da média dos últimos três anos", reportou a Granoeste Corretora de Cereais. "O tour provocou receios de que a produção não corresponda às estimativas oficiais", informou a Reuters internacional.

O levantamento completo será reportado no final dessa semana, após as equipes percorrerem as principais áreas de produção nos Estados Unidos. De acordo com a projeção do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), os produtores americanos deverão colher em torno de 119 milhões de toneladas de soja nesta temporada.

Do mesmo modo, o comportamento do clima no Meio-Oeste continua no radar dos participantes do mercado. "As previsões climáticas para os próximos 15 dias diminuem os totais pluviométricos nos mapas para quase todo o Cinturão Agrícola. A rodada de chuvas pesadas em agosto parece ter finalizado", destacou a Ag Resource Brasil em seu comentário diário.

Por outro lado, o USDA anunciou hoje o cancelamento de 640,9 mil toneladas de soja americana negociada para a China. O volume deveria ser entregue na temporada 2016/17.

Ainda no boletim, o departamento ainda informou a venda de 295,2 mil toneladas do grão para destinos desconhecidos. Do total, 11,2 mil toneladas deverão ser entregues na campanha 2016/17 e o restante, de 284 mil toneladas, no ciclo 2017/18.

Confira as primeiras projeções do Crop Tour para os estados de Ohio, Dakota do Sul, Indiana e Nebraska:

>> 2017/18: Crop Tour indica produtividade menor para o milho em Indiana; em Nebraska, número é maior

FONTE: Notícias Agrícolas(Fernanda Custódio)