Notícias

Vendas de soja dos EUA já superam projeção do USDA

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), nesta quinta-feira (4), divulgou seu novo boletim semanal de vendas para exportação com mais números positivos para a soja. Na semana encerrada em 27 de abril, o país vendeu mais 318,5 mil toneladas da oleaginosa da safra 2016/17. A Holanda foi o principal comprador nesta semana.

Apesar de menor do que o da semana, o volume ficou dentro das expectativas do mercado - de 300 mil a 500 mil toneladas - e ainda elevou o total já comprometido pelos EUA a 56.676,1 milhões de toneladas, mais de 1,5 milhão de toneladas a mais do que a projeção mais atual do departamento para as exportações desta temporada de 55,11 milhões de toneladas. Além disso, o total deste ano comercial é bem maior ainda do que o do mesmo período do anterior, quando estavam comprometidas pouco mais de 46 milhões de toneladas.

Os EUA venderam ainda 12,8 mil toneladas da safra 2017/18 - bem abaixo das expectativas de 100 mil a 300 mil toneladas - e a maior parte também foi adquirida pelos holandeses.

Milho

O USDA informou ainda a venda semanal de 771,6 mil toneladas de milho da safra 2016/17 e o total também ficou dentro das projeções dos traders, de 700 mil a 900 mil toneladas. Com esse volume - destinado em sua maior parte para o Japão - o total já comprometido pelos americanos chega a 51.815,6 milhões de toneladas, contra a projeção do departamento para a temporada de 56,52 milhões de toneladas. No ano passado, nesse mesmo período, eram pouco mais de 37,8 milhões de toneladas.

As vendas do cereal da safra nova, por sua vez, somaram apenas 24,1 mil toneladas, abaixo das 200 mil esperadas pelo mercado.

Trigo

O reporte indicou também a venda de 258,4 mil toneladas de trigo da safra 2016/17 - contra expectativas de 150 mil - e mais 563,4 mil toneladas da safra 2017/18, volume que superou o esperado pelos traders em um intervalo de 200 mil a 400 mil toneladas.

Derivados da Soja

Foram vendidas também 109,9 mil toneladas de farelo de soja, sendo 103,6 mil da safra velha e mais 6,3 mil da safra nova e os maiores compradores foram, respectivamente, Bangladesh e Colômbia.

Já de óleo de soja foram vendidas 10,6 mil toneladas do presente ano comercial, e a maior parte destinada ao México.

FONTE: Notícias Agrícolas(Carla Mendes)