Notícias

Soja: AgResource Brasil classifica últimas altas como especulativas, sem base em fundamentos

A sessão desta quarta-feira (15) na Bolsa de Chicago chegou a operar em baixa nas primeiras horas do dia, entretanto se recuperou em alta com novas compras especulativas. Não há fundamentos altistas que expliquem a alta de hoje. Gestores de fundos continuam classificando commodities agrícolas como um investimento barato e de baixo risco. A AgResource Brasil (ARC Brasil) não acha que o movimento de alta deve se sustentar por muito tempo com a pressão de uma grande safra sul-americana sendo colhida e próximos à entrada da safra estadunidense. | Fontes da ARC Brasil relatam que, pela primeira vez nos últimos 10 anos, a China exportou um cargueiro de milho (25-50.000 tons) para o Japão. O fato curioso pode indicar a possibilidade de uma entrada agressiva da China no mercado de milho do sudeste asiático. Os chineses têm mais de 200 milhões de tons de milho armazenadas em estoque no país. | As margens de esmagamento da soja chinesa continua operando no positivo.

Ag1

 

Ag2

 

Ag3

FONTE: AgResource Brasil